top of page

'É preciso ter transparência completa da publicidade nas redes sociais', diz pesquisadora

Jornal O Globo - 25 de abril de 2023



A responsabilização das redes sociais por parte de danos causados por anúncios contratados nas plataformas não é o suficiente para garantir todo o controle sobre seu possíveis prejuízos, afirma a pesquisadora Marie Santini, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em entrevista ao GLOBO, ela diz ver como necessário que o chamado PL das Fake News, que deve ser votado nesta semana pela Câmara, também preveja total transparência em relação a quem contrata e quais são esses anúncios.


— Nas plataformas, os anúncios são personalizados, cada um recebe um anúncio, é segmentado por pessoa. Por isso, é preciso ter um repositório público com todos anúncios. Se não, só é possível ver os anúncios que eu recebo, não os que você recebe. Esse é o problema — afirma Santini.


Nos últimos meses, pesquisadores do NetLab, grupo de pesquisa da UFRJ, identificaram a utilização de anúncios para ampliar a distribuição de conteúdos fraudulentos e também para promover golpes financeiros, além da sua disseminação nas eleições de 2022. Segundo Santini, o PL em discussão na Câmara é o primeiro passo na regulamentação do uso que hoje praticamente não tem controle.


Comments


bottom of page