top of page

87% de anúncios antidemocráticos de teste feito por pesquisadores foram aprovados por rede social

Fantástico - 06 de fevereiro de 2023




O Fantástico mostrou que anúncios antidemocráticos pagos que que estimulam o ódio e a violência continuam passando pelo filtro de algumas redes sociais. No teste mais recente dos pesquisadores, feito dias depois dos atos terroristas de 8 de janeiro, foram submetidos 16 anúncios. O Youtube rejeitou todos, mas o Facebook aprovou 14.


“Oitenta e sete por cento dos anúncios foram aprovados e isso logo nos dias seguintes à terrível violência que vimos, que foi tão condenada no Brasil e no mundo todo”, destaca Julie Anne Miranda-Brobeck, chefe de parcerias globais da Global Witness.


Em testes anteriores, tanto o Youtube como o Facebook chegaram a aprovar 100% dos anúncios antidemocráticos que o Netlab da UFRJ e a Global Witness submeteram. De 10 anúncios, o Facebook aceitou todos em agosto de 2022, no período pré-eleitoral. Em outubro, um pouco antes do segundo turno, o Youtube aprovou 10, de 10 anúncios testados.


“E aí que que nós fizemos: a gente foi pra imprensa, falamos sobre esse experimento e os anúncios reais que estavam sendo veiculados pra mostrar que não era só uma situação hipotética e também não era só uma exceção”, destaca a pesquisadora Rosie Marie.



Comentarios


bottom of page