top of page

Iniciativas contra desinformação sobre o Sul buscam driblar o caos informacional

Desinformante - 28 de maio de 2024



O jornalismo local e nacional está trabalhando incansavelmente para dar conta de narrar o que está acontecendo no Rio Grande do Sul, mas com as fake news circulando cada vez mais nas redes sociais, outras iniciativas de comunicação/informação/monitoramento se tornaram urgentes para dar conta de preservar íntegra a informação sobre a tragédia climática.


Do ponto de vista da informação confiável, esta é uma situação que se assemelha aos ataques nas escolas, pandemia da Covid-19 e campanhas eleitorais, todas situações-limite em que a profusão de informações falsas, desencontradas, descontextualizadas provocam danos reais às pessoas e atrapalham a reação necessária das instituições públicas.


Como lidar, então, com a pouca credibilidade nas notícias, com o protagonismo das redes sociais como fonte de informação primária e com a ausência de uma regulação digital que preserve a informação que circula nas plataformas?


Este é o enigma do nosso tempo. Abaixo listamos algumas iniciativas que estão surgindo para tentar chegar informação confiável às pessoas atingidas pela tragédia ao mesmo tempo em que buscam combater o caos informacional que tomou conta das redes sociais:


#NetLab-UFRJ – O laboratório da UFRJ tem realizado pesquisas sobre os anúncios fraudulentos e desinformativos que as redes sociais estão permitindo, relativos à crise ambiental no Sul. A pesquisa identificou 381 anúncios fraudulentos e 51 anúncios com desinformação sobre o tema circulando nas plataformas da Meta.



Acesse o relatório


Enchentes no RS - Uma análise da desinformação multiplataforma sobre o desastre climático
.
Fazer download de • 10.18MB





Comments


bottom of page